segunda-feira, 30 de agosto de 2010

PESQUISA DATA FOLHA APONTA DILMA 1° TURNO



Caros colegas,
 
O retorno de investimentos na ferrovia estão garantidos. Esta é a pesquisa DATAFOLHA. Quem diria que a DATAFOLHA iria divulgar uma notícias desta? Hein?
 
 


Eleições 2010 -  26/08/2010 

Dilma abre 20 pontos de vantagem sobre Serra


Petista alcança 55% dos votos válidos

Dilma Rousseff (PT) mantém tendência de crescimento e abre 20 pontos de vantagem sobre José Serra (PSDB) na disputa pela presidência da RepúblicaÉ o que mostra pesquisa Datafolha realizada nos dias 23 e 24 de agosto junto a 10948 eleitores em todas as unidades da Federação. Comparando-se os dados atuais com levantamento realizado na sexta-feira da semana passada, nota-se que a petista oscilou positivamente dois pontos percentuais em três dias. 

Na ocasião, a ex-ministra tinha 47% das intenções de voto. Já o tucano, no mesmo período, oscilou um ponto negativo, passando de 30% para 29%. Marina Silva (PV) manteve o mesmo percentual – 9%. Os demais candidatos não pontuaram. As taxas dos que pretendem votar em branco ou anular o voto (4%) e a dos que permanecem indecisos (8%) ficaram estáveis.

No cálculo de votos válidos, onde a taxa de votos brancos, nulos e indecisos é distribuída proporcionalmente segundo o percentual de intenção de voto de cada candidato, Dilma alcança 55%, o que seria suficiente para elegê-la presidente já no primeiro turno

A novidade deste levantamento porém encontra-se na liderança da petista em segmentos até aqui dominados pelo tucano. Entre os que possuem renda superior a 10 salários mínimos Dilma cresceu 12 pontos percentuais e consegue agora 40% das intenções de voto nesse estrato contra 34% de Serra. Na semana passada, esses índices correspondiam a 28% e 41%, respectivamente. 

O mesmo acontece na Região Sul, onde até o início do horário eleitoral, verificava-se um dos melhores desempenhos do tucano. Na pesquisa anterior, a petista empatou com Serra entre os habitantes da região e agora abre vantagem de sete pontos percentuais nesse mesmo estrato.

Mudanças significativas também são observadas no desempenho da ex-ministra de Lula nos estados onde o Datafolha expande sua amostra para estudar a eleição de governador. Dilma passa a liderar nos oito estados com amostra expandida, inclusive naqueles onde, antes do início da campanha na TV, Serra era o favorito. É o caso, por exemplo, do Rio Grande do Sul, do Paraná e São Paulo. Em todos eles, o ex-governador aparecia na frente há 12 dias. Agora, a petista lidera com quatro pontos de vantagem no Rio Grande do Sul, nove no Paraná e cinco em São Paulo. 

Nas capitais desses estados, que também têm base para leitura estatística segura, a exceção é Curitiba. Na capital paranaense, mesmo com um crescimento de seis pontos de Dilma nos últimos 12 dias, Serra continua líder – chega a 40% das intenções de voto contra 31% da petista.

No total da intenção de voto espontânea, aplicada antes da pergunta estimulada, Dilma cresceu quatro pontos percentuais nos últimos três dias. Passou de 31% para 35%. Serra oscilou positivamente um ponto e fica agora com 18%. Marina fica estável em 5%. A taxa de indecisos caiu, nesse mesmo espaço de tempo, de 37% para 33%. 

Quanto à rejeição, nota-se oscilação de dois pontos percentuais no índice dos que dizem nunca votar em José Serra. Era 27% na semana passada e agora é 29%. É a maior taxa de rejeição já verificada em relação ao tucano desde o último mês de março. A reprovação ao nome de Dilma ficou em 19%.

Na simulação de segundo turno entre a petista e o tucano, Dilma alcança 55% das intenções de voto, dois pontos a mais do que era observado na pesquisa anterior. Serra, por outro lado, perdeu três pontos em três dias. Caiu de 39% para 36%. 

63% apostam em vitória de petista
Maioria diz que voto está totalmente decidido


A maioria dos eleitores brasileiros (63%) aposta na eleição de Dilma Rousseff para presidente da República. Em relação ao levantamento da semana passada, a taxa de expectativa de vitória da petista cresceu seis pontos percentuais (era 57% na última sexta-feira). A taxa dos acreditam na conquista de José Serra caiu cinco pontos - de 22% para 17%. Entre os eleitores do tucano, 33% crêem na vitória da petista. Entre os eleitores de Dilma, apenas 3% acreditam no sucesso de Serra.

Com base no total da amostra, 77% dos entrevistados se dizem totalmente decididos sobre o candidato que escolheram para a presidência da República. Outros 21% porém, afirmam que seus votos ainda podem mudar. Na pesquisa anterior, essas taxas eram de 74% e 23%, respectivamente. 

Entre os que pretendem votar em Dilma, 83% se dizem totalmente decididos, taxa que cai para 74% entre os eleitores de Serra e 67% entre os de Marina. Entre os 31% de eleitores de Marina Silva que cogitam mudar de opção, 42% seriam transferidos para a petista e 28% para o tucano, caso resolvessem concretizar a hipótese. 

85% sabem que Dilma é a candidata de Lula
Segundo entrevistados, petista tem o melhor desempenho na TV


A taxa dos eleitores brasileiros que sabem que Dilma Rousseff é a candidata apoiada pelo presidente Lula cresceu 9 pontos percentuais nos últimos 12 dias. Antes do início do horário eleitoral, 76% já tinham conhecimento do fato. Agora, esse índice vai a 85%. Nesse período, o índice dos que identificam Dilma como candidata de Lula cresceu especialmente no Nordeste e entre os que têm menor renda familiar mensal.

O apoio de Lula a um dos candidatos a presidente também cresceu em importância. No levantamento feito entre 9 e 12 de agosto, 42% diziam que o apoio do presidente determinaria com certeza seus votos nas eleições deste ano. Essa taxa agora é de 45%. O grupo dos que afirmam que talvez escolheriam o candidato de Lula caiu de 22% para 18% nos últimos 12 dias e a dos que rejeitam a influência do presidente ficou estável em 29%. 

Quanto ao horário eleitoral, 39% dizem já ter visto o programa, sendo que 35% afirmam já ter assistido ao de Dilma Rousseff e 30% ao de José Serra. Entre os que já acompanharam as propagandas, a maioria (54%) escolhe Dilma como a candidata de melhor desempenho na TV. Serra fica em segundo com 26%. 


São Paulo, 25 de agosto de 2010
 
 
HENRIQUES - PFF / RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário