sexta-feira, 26 de abril de 2013

MOTOQUEIRO MORRE ATINGIDO POR TREM EM MOGI

Homem morre atingido por trem em Mogi



Ao tentar cruzar irregularmente com a sua motocicleta a passagem de pedestres assistida, instalada pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) entre as estações de Braz Cubas e Jundiapeba, o trabalhador Tiago Santos do Carmo, de 36 anos, foi atingido por um trem, conduzido com destino a São Paulo, pelo maquinista William da Silva Guimarães. Ele e a moto, devido à colisão, foram jogados a cerca de 10 metros à margem dos trilhos. Tiago morreu na hora.
A Polícia Ferroviária atendeu a ocorrência e isolou o local. O delegado Daniel Miragaia foi verificar de perto o acidente. Constatou que a CPTM mantém vigilantes na passagem para alertar os pedestres. Ele e sua equipe registraram o Homicídio Culposo (sem intenção). “O acidente será apurado em inquérito”, afirmou a autoridade.
No local estavam os vigias Edi Carlos dos Santos e João do Prado Filho devidamente uniformizados e que vestiam coletes  sinalizadores. Às 7 horas, surgiu o condutor da moto AMK-5615, mais tarde identificado como Tiago, atravessando a passagem. João do Prado acenou para ele, visando alertá-lo sobre a aproximação do trem. Quando o trabalhador viu a composição tentou retornar, mas não deu tempo. O corpo dele foi removido ao Posto do Instituto Médico Legal. A passagem oficial da CPTM foi aberta para atender os moradores dos dois lados dos trilhos, mas desde que caminhem, pois o trânsito de veículos é proibido.(Laércio Ribeiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário