segunda-feira, 18 de abril de 2011

IMAGINE SE ESSA MODA PEGAR? PREFEITO MANDA INVADIR IMÓVEL FEDERAL


O prefeito de Ca­choeiro de Ita­pemirim-ES, Carlos Caste­glione (PT), é acusado da invasão de imó­vel pertencente ao patrimô­nio da extinta Rede Ferroviá­ria Federal e que se encontra sob responsabilidade da Va­lec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A que tem sua sede na Central do Brasil, no Rio de Janeiro.




A denúncia é do próprio diretor-presidente da empre­sa, Cássio Araújo, que soube da invasão através de denún­cia anônima, e da Comissão de Preservação do Patrimônio Ferroviário.



Segundo Cássio, o prefei­to foi contatado por telefone e garantiu que não iria reverter a situação em qualquer hipóte­se, mas não deu explicação so­bre a ordem de invadir o local e o qual a destinação que será dada a ele. “Nem rádio, jornal, televisão ou qualquer outro tipo de mídia me fará voltar atrás nessa decisão de tomar o imóvel”, disse Casteglione



O imóvel fica ao lado do Sindicato dos Ferroviários, no bairro Recanto, e está “sub ju­dice”, tendo sido oferecido como penhora, em decorrên­cia de ação trabalhista movida por três ex-ferroviários contra a União.



O presidente da Valec, li­quidante do patrimônio da ex­tinta Rede Ferroviária Federal, determinou à Ferrovia Centro Atlântica que acione o Minis­tério Público Federal, pedindo a reintegração de posse, e que seja registrado um Boletim de Ocorrência contra o prefeito Casteglione na Polícia Fede­ral, em Cachoeiro.





Um comentário:

  1. Tudo já está pronto e o término dos trabalhos agradou a todos, inclusive ao ministro, que já tem conhecimento antecipado de algumas coisas. Soube também que será criada uma polícia ultra moderna totalmente diferente das polícias atuais e servirá como modelo. Teremos até policial perito para cada delegacia.
    O relatório final será entregue no dia 19 ao ministro. Na segunda ou terça o Decco volta a Brasília para discutir o aproveitamento de todos através da RDs, segundo ele próprio estamos com 99% de possibilidades. Estou te passando informações recebidas de dois companheiros, um que foi a reunião e outro que soube de vários companheiros

    ResponderExcluir