terça-feira, 6 de outubro de 2009

FIM DE LINHA , DELEGADO ABELHA DA PF EM CONJUNTO COM PFFS APREENDEM 50 TONELADAS DE TRILHOS

50 toneladas de trilhos

Apreensão em Santa Bárbara Delegado Abelha diz que Polícia Federal irá punir, com rigor, quem furtar ou danificar trilho das ferrovias

ANA CRISTINA ANDRADE
Da Gazeta de Piracicaba
ana.andrade@gazetadepiracicaba.com.br

O delegado Carlos Fernando Lopes Abelha, da Polícia Federal de Piracicaba, apreendeu ontem cerca de 50 toneladas de trilhos e dormentes que foram tirados de um longo trecho em Santa Bárbara D’ Oeste. O inquérito envolve a prefeitura daquela cidade, mas na gestão anterior. Foi, segundo Abelha, uma erradicação de material sem autorização do Poder Público e da Concessionária que administra as ferrovias.

De acordo com ele, os trilhos foram cortados com maçarico e “do tamanho que ficaram houve um dano irreparável. Não vão servir para uso permanente da via ferroviária. Porém, vamos esperar o laudo pericial que será emitido pela Engenharia da Polícia Federal”.

O laudo, de acordo com o delegado, vai apontar se os danos foram intencionais ou não, o perito vai medir a metragem de cada trilho e dormente e descobrir se houve desvio das peças para outra finalidade. Vamos ouvir a concessionária para saber se houve autorização para a retirada do material”, explicou.

Segundo Abelha, os envolvidos poderão ser responsabilizados pelo repararo dos danos causados ao bem público e ao meio ambiente. Podem ainda ser acusados de formação de quadrilha, furto e peculato (se tiver algum agente público envolvido no desvio).

Há também, de acordo com ele, o prejuízo financeiro. “Segundo apuramos, construir um quilômetro de via permanente custa 1 milhão de dólares. Imagine quanto se perde quando danificam 50 toneladas de trilhos”.

COMBATE. Carlos Abelha ressaltou que a Polícia Federal vai fiscalizar incessantemente os crimes voltados para retiradas de trilhos e dormentes. “Que ferros velhos, usinas siderúrgicas e outras empresas fiquem bem cientes de que tudo o que for feito contra a Rede Ferroviária será apurado com muito rigor”, declarou.

“Se estivermos fiscalizando e pegarmos alguém furtando esse material, será prisão em flagrante”, avisou. A Polícia Federal de Piracicaba atende pelo telefone (19) 3301-5200.




http://www.youtube.com/watch?v=woxw2U3JoCs

FERROVIARIA
http://www.youtube.com/watch?v=woxw2U3JoCs
http://www.youtube.com/watch?v=2Qa7mH5RVVM

Um comentário:

  1. Pra mim ja é tarde de mais tão correndo atraz de ferrugem sucatiada os trens de passageiros acabaro e nao tem mais como voltar estaçoes destruidas etc eu acho que a PF deveria ir atraz dos minerios que sao mandados para fora do pais por preço de banana como é o caso do niobio e ter impedido a privatização das ferrovias e de outras como a da vale do rio doçe no governo so senhor fernado henrrique cardozo um dos maiores traidores da patria se enquanto ficam correndo atraz das ferrugens a nossa caixa foi vendida para o Banc do Brazil e que provavelmente num futuro bem proximo vai ser privatizado se os neo liberais vltarem ao poder corre atraz de ferrugem abandonada é facio mas da especulção internacional e dos tridores da patria ninguem tem peito como dizia o eterno DEPUTADO CUJO O NOME ERA ENEAS ninguem se preucupa e luta contra a subimição do pais a especulação internacional !!!

    ResponderExcluir