sexta-feira, 9 de outubro de 2009

SÃO PAULO TAMBÉM TEM SEU DIA DE TRENS PARADOS



Circulação de trens deve voltar ao normal até 13h, diz CPTM

Problema na rede de alimentação causou problemas para passageiros.
Acesso à Estação Brás foi bloqueado; Metrô ficou lotado.

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou que a circulação dos trens na Linha 12-Safira da companhia deve ser normalizada até 13h desta quinta-feira (8). Durante a manhã, um problema na rede de alimentação dos trens fez com que uma composição ficasse parada entre as Estações Brás e Tatuapé, impedindo o acesso até a primeira.
Sem o trem, os passageiros seguiram pelo Metrô, que ficou lotado. O problema aconteceu 6h35, quando o trem tinha acabado de sair do Brás e seguia para a Estação Calmon Viana, outro extremo da linha, que atende 190 mil pessoas todos os dias.

As composições que vinham da Zona Leste tinham que parar na Estação Tatuapé. Os passageiros que queriam ir para o centro da cidade precisavam seguir de Metrô ou com o Expresso Leste. A estação ficou lotada, e os trens diminuíram o intervalo pois era difícil fechar as portas para sair da estação.

“Houve o rompimento de um suporte da rede aérea e os trens não conseguiram mais captar energia da rede aérea. Em função disto, um trem ficou parado entre a estação Brás e a estação Tatuapé e nós estabelecemos uma operação alternativa”, explicou Mário Fioratti, diretor de operações da CPTM.

“Os usuários se transferiam ou pra a linha 11, que é o expresso, que liga a estação Guaianazes a Luz, ou para o metrô. Essas duas linhas supriram a necessidade de transporte para o centro.


As equipes estão trabalhando no local e a previsão de restabelecimento é para 13h”, disse ele.

Por volta das 12h, o trem com problemas já havia sido retirado dos trilhos e a situação era tranquila na Estação Tatuapé.

Somente as autoridades não veêm que necessitam de um Policiamento Especializado para contornar feitos como este, passageiros andando a pé pela via ferrea é um descaso e insegurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário