segunda-feira, 12 de setembro de 2011

No Ultimo dia 02/09 PFF foi Capa do Jornal Diario de Santa Barbara d'oeste

Perícia é feita no ramal ferroviário em Santa Bárbara



Perícia é executada em ramal ferroviário no município



Ontem, um perito da Polícia Federal esteve em Santa Bárbara d´Oeste, acompanhado de agentes da Polícia Ferroviária Federal, para executar perícia no ramal ferroviário. O pedido da perícia foi feito pelo delegado da Polícia Federal de Piracicaba, Carlos Fernando Lopes Abelha, e corroborado pelo procurador da República em Piracicaba, Fausto Kozo Kosaka.

O perito e os agentes da Polícia Ferroviária Federal estiveram na região da Estação Cultural, onde houve alteração no trânsito para interligação das Avenidas Tiradentes, Pérola Byngton e Bandeirantes, na antiga fábrica de papelão, ao lado do Parque Araçariguama, no Jardim Itamaraty, onde o material retirado da ferrovia foi depositado e na região do Jardim Conceição.

De acordo com o delegado da Polícia Federal de Piracicaba, Carlos Fernando Lopes Abelha, existe um inquérito em andamento para investigar em tese crime de danos ao patrimônio público federal. O material do ramal pertence à extinta Rede Ferroviária Federal , sendo que o ramal está sob concessão da América Latina Logística – ALL. Para a remoção precisava a ALL ter conhecimento e a mesma comunicaria aos órgãos competentes: DNIT (Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes) ou a ANTT (Agência Nacional dos Transportes Terrestres).

O delegado explicou que onde existem vestígios de suposta ação criminosa precisa ter a evidência do crime. O perito irá fazer o laudo pericial para identificar e apontar as evidências do crime. O exame pericial irá comprovar se houve retirada do material da via permanente e qual foi o processo se foi de forma adequada. Após isso, será possível apurar se houve crime de furto qualificado e crime de dano ao patrimônio público.

Em 2009, a Polícia Federal e agentes da Polícia Ferroviária Federal (RFF) já estiveram no município para investigar a retirada supostamente sem autorização de material da via permanente do ramal ferroviário dos locais onde visitaram ontem. O material da linha ferroviária é um bem público da União e só pode ser retirado com autorização dos órgãos responsáveis pelos mesmos.

Fonte: Diario de Santa Barbara.

PFF Abrão
http://www.pffbrasil.blogspot.com/


Um comentário:

  1. Esse trabalho conjunto é muito importante para nós, estamos em evidência, não mais no anonimato e ignorado com fomos durante muitos anos. Isso é uma emancipação e em breve isso se consolidará definitivamente. Parabéns para todos os policiais ferroviários do Brasil.

    ResponderExcluir