sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

POLICIAIS FERROVIARIOS FEDERAIS FAZEM ESCOLTA DE TRENS EM BAURU (SP).




03/12/2009
 Trens chegam para possível reforma
  Unidades foram encaminhadas pela ALL e fazem parte do plano de retirada de 2,3 mil vagões inativos ou obsoletos

Juliana Franco
Novos vagões de trens vindos de Sorocaba e Araraquara chegaram à unidade da Triagem Paulista de Bauru, ontem. Toda a ação foi acompanhada por dois policiais ferroviários federais. O material encaminhado pela América Latina Logística (ALL) faz parte do plano de retirada de 2,3 mil unidades imobilizadas, obsoletas ou acidentadas, estacionadas em pátios ou margem da ferrovia na malha paulista e Estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A Associação de Preservação Ferroviária acompanha de perto a ação e visa preservar ao menos parte do material.

Dos mais de dois mil vagões, 1.365 estão concedidos à ALL. Outros 635 pertencem ao Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) e serão segregados, sinalizados e isolados em quatro pátios nas unidades de Triagem Paulista em Bauru, Samaritá, Aldeia e Rio Claro.

Segundo Ricardo Bagnato, vice-presidente da entidade, toda semana dois ou três vagões chegam à cidade. “Grande parte deste material é de interesse histórico. Estamos trabalhando junto ao DNIT e a prefeitura para que tenhamos posse de algumas destas peças para preservação. Vamos recuperá-las, restaurá-las”, explica.

Atualmente, 14 locomotivas elétricas Mini-Saia e oito do modelo Loba estão na cidade. O principal objetivo da iniciativa é separar bens operacionais dos não operacionais e dar uma destinação adequada aos ativos da ALL.

Todo o material deverá ser inventariado pelo responsável pela liquidação do patrimônio da Rede Ferroviária Federal, explica Bagnato. Depois de separado, vai ser possível saber o que há de equipamento dentre locomotivas, carros de passageiros e vagões. “Não vai dar para restaurar tudo, mas vamos avaliar o material. Certamente, parte das unidades será encaminhada a outras associações de preservação. O que não tiver valor, será sucateado”, revela o vice-presidente da Associação de Preservação.

Segundo Bagnato, o material restaurado deve ter como destino um projeto de preservação em Bauru, previsto para ser lançado no ano que vem. Por isso, todo o trabalho é acompanhado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento.

Para organizar o trabalho, policiais ferroviários federais acompanharam o transporte dos vagões para a cidade. O trabalho será finalizado hoje. Na próxima semana, os policiais retornam para a cidade para verificar todo o material alocado na Triagem Paulista e discutir um esquema de segurança no local para que os trens não sejam alvo de vandalismo.

Um comentário:

  1. Olá pessoal será que alguem tem notiçias de um pff chamado paulo de Goiânia caso tenha entre en contato meu emeil é: pffgo@hotmail.com

    ResponderExcluir