sexta-feira, 14 de maio de 2010

Prefeitura recolhe trilhos e para obra

Prefeitura recolhe trilhos e para obra
Até que consiga autorização, a obra de abertura da nova avenida ficará parada
A Prefeitura de Piracicaba recolheu ontem, em sua Central de Obras, os trilhos e dormentes retirados da linha férrea, num trecho ao lado da avenida 31 de Março, onde vai ser construída a avenida Higienópolis. As peças, segundo o secretário Arthur Ribeiro, vão ser catalogadas, a exemplo do que fez a prefeitura ao relizar outras obras em locais com linhas férreas.

O problema na área começou no dia 5 de maio, quando o delegado Carlos Fernando Lopes Abelha foi ao local e viu que os trilhos estavam sendo cortados com maçarico e em qualquer ponto do trilho, fazendo com que parte do material ficasse comprometida.

“O trilho tem uma junção, que é soldada, e é ali que se deve fazer a separação entre um e outro. Neste caso chegaram a cortar 50 centímetros além da solda, fazendo com que uma peça ficasse menor que a outra. Esse tipo de material tem um valor comercial muito grande e há formas corretas de corte”, explicou Abelha, enquanto acompanhava o recolhimento dos trilhos, na tarde de ontem, juntamente com a Polícia Ferroviária Federal.

O trabalho foi minucioso e os poucos mais de 100 metros de trilhos e dormentes foram içados por um guindaste. Abelha mostrou à Gazeta um dormente (peça de madeira que sustenta os trilhos) e que ficou danificado ao receber um golpe de picareta.

O dormente, que mais se parece com um tronco de madeira, porém tem formato quadrado e benfeito, teve uma parte da lateral arrancada e agora se parece com um pedaço de pau qualquer.

RETARDO. Arthur Ribeiro disse que a prefeitura achou melhor retardar esta fase de construção da avenida, até que tenha em mãos todos os documentos necessários para executar os serviços, principalmente completar a limpeza.

“Apresentamos à Polícia Federal todos os documentos que comprovam que aquela área pertence à prefeitura. Os trilhos, realmente não são nosos, mas vão ficar guardados à disposição da América Latina Logística (ALL) e serão cadastrados. Também mandamos ofício a todos os órgãos competentes para que autorizem a continuidade nos serviços”, declarou o secretário.

COMUNICADO. Carlos Abelha disse que comunicou a ocorrência a todos os órgãos responsáveis pela malha ferroviária. Os ofícios foram encaminhados à ALL, ao DNIT (Departamento Nacional de Infra-estrutura e Transportes), para a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e à Inventariança da extinta Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA).

“Por enquanto, a prefeitura não vai poder retirar o resto dos trilhos e dormentes. A Secretaria de Obras precisa de autorização para fazer a erradicação desse material. A própria ALL informou que tinha intenção de revitalizar este ramal, mas agora acredito que o destino será outro”, declarou Abelha.

DENÚNCIAS. Retiradas de trilhos e dormentes, em Piracicaba e região, podem ser denunciadas diretamente à Polícia Federal de Piracicaba, pelo telefone (19) 3301-5200, de segunda a sexta-feira, em horário comercial. Não é preciso identificar-se. (ACA)

Fonte Gazeta de Piracicaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário