quinta-feira, 1 de julho de 2010

Corpo de ex-presidiário é encontrado no bairro do Ipsep


Mais uma mãe chora a perda do filho, vítima da violência de Pernambuco. Ao ver o corpo do filho e em estado de choque, Mônica Maria da Silva lamentava a morte do seu caçula, o presidiário foragido Rodrigo Carvalho da Silva, de 21 anos. O rapaz foi assassinado nesta tarde, e seu corpo foi encontrado nas margens de uma linha ferroviária, no bairro do Ipsep, Zona Sul do Recife.

Na manhã desta quarta-feira, dois homens invadiram a casa do jovem, no bairro de Afogados, onde ele se escondia depois de ter fugido da Penitenciária Agroindustrial São João, em Itamaracá. Os homens arrancaram o presidiário dos braços da mãe, que tentou protegê-lo, e o levaram para fora de casa. Horas depois, a família ficou sabendo que o corpo do rapaz estava numa linha ferroviária próxima à Avenida Recife.

Bastante abalada, Mônica Maria só conseguiu dizer que o filho estava morando com ela e um irmão mais velho e que ele não estava trabalhando. Ela chegou até o local do crime antes da polícia e tentava proteger o corpo da imprensa e dos olhares de curiosos. "Quando chegamos aqui, a família da vítima estava tentando tirar o corpo do local onde estava. Impedimos que eles fizessem isso, pois estavam desconfigurando a cena do crime", afirmou o inspetor da Polícia Ferroviária Federal Aminadab Pereira.

Policias militares do 19º Batalhão foram até o local e o Instituto de Criminalística (IC) foi acionado. O levantamento dos peritos do IC apontou que Rodrigo foi assassinado com um tiro no tórax. Além da perfuração da arma de fogo, a vítima apresentava ferimentos feitos com um objeto cortante, provavelmente, uma faca, também na região torácica.

O caso foi registrado pelo delegado plantonista Isaias Novaes, da Força Tarefa Capital do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e as investigações vão ser feitas pela 3ª Delegacia do DHPP. Os autores do crime não foram identificados e continuam foragidos. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife.

Por Anamaria Nascimento, especial para o Diariodepernambuco.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário