quarta-feira, 21 de julho de 2010

CPI no Metrô de Salvador - BA‏

CPI deve apurar irregularidades no Metrô de Salvador


Instaurada de maneira confusa, comissão ainda não tem presidente e relator







Foi formalizada no último dia 7 de abril a formação da Comissão Parlamentar de Inquérito, na Assembléia Legislativa da Bahia, para apuração de irregularidades no Metrô de Salvador.



As suspeitas envolvem superfaturamento do material utilizado na obra, desvio de recursos do governo federal e atrasos inexplicáveis no cronograma de entrega da obra.



O metrô de Salvador começou a ser construído em 1997, orçado em R$ 325 milhões e previsão de conclusão em 3 anos e meio. O projeto original citava dois trechos: Lapa-Acesso Norte e Acesso Norte-Pirajá.



Treze anos depois, já foram gastos R$ 1 bilhão para a conclusão de apenas 50% da obra e o metrô ainda nem foi inaugurado. Apesar disso, os carros do metrô já foram entregues e continuam em um galpão na cidade (foto desta reportagem).



Os recursos são do governo federal, mas gerenciados pela Prefeitura de Salvador. O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a retenção de novos repasses de verbas, por identificar uma série de irregularidades. Para apontar o que foi gasto e o que supostamente foi desviado, o TCU determinou que o Departamento de Engenharia do Exército faça uma auditoria na obra

Nenhum comentário:

Postar um comentário