quinta-feira, 22 de julho de 2010

QUE FIM TIVERAM AS ARMAS ENCONTRADAS NO RIO DE JANEIRO

Lendo uma reportagem no O Globo do Rio, reportagem sobre encontro de arsenal  está datada de 06/03/2008, ou seja a 2 anos e 4 meses nada foi informado sobre sua utilização, acho em meu humilde conhecimento, que houve  apropriação de um bem que pertencia a União e mesmo porque aquele arsenal com mais de 500 armas não pertenciam ao estado,pois na mesma diz que as armas pertenciam a Policia Ferroviária Federal e agentes de segurança do Metrô antigo Rio Trilhos, não caberia a Secretaria de Transportes do Rio de Janeiro doar estas armas ao Estado para uso das Policia Civil  ,  não é porque a Secretaria esta lotada no espaço Público da  União que lhe da o direito de dar, doar ,emprestar qualquer que seja o bem a si cedido, pois ela esta lotada naquele espaço para preservar e guardar o local, para que não houvesse invasões deste imóvel a eles cedidos, não estou aqui  condenando a utilização das mesmas pela Policia Civil do Rio, mais acho que este tipo de transferência deveria ser feito pelo órgão Federal ou seja a Policia Federal ou o Exercito, pois as armas foram compradas e tinham seus registros e portes cedidos pela Policia Federal, e foram compradas através de licitações como manda a lei e autorizada sua compra pelo Ministério do Exército , caso fosse ao contrário o que aconteceria, se a Policia Ferroviária Federal utiliza-se um espaço cedido pelo Estado e esse fosse um antigo quartel da Policia Militar ou a Sede da Policia Civil e lá fosse localizados o mesmo tipo de armamento e os Policiais Ferroviários utilizassem as mesmas o que aconteceria...


Penso eu, como já disse não sou Bel. em Direito, mais peço aos companheiros que tem mais conhecimento jurídico de que eu, que opine e me informe segue abaixo a reportagem fotos.
Fica aqui também o lembrete que as empresas concessionárias das ferrovias estão sendo investigadas pela Policia Federal e PFF + MPF por vender sucatas da extinta RFFSA, então Pau que da em Chico não acerta Francisco.


Arsenal


Mais de 500 armas são encontradas em prédios da Secretaria de Transportes

Publicada em 06/03/2008 às 18h09m

RJTV





RIO - Mais de 500 armas guardadas há mais de 10 anos foram encontradas, recentemente, em dois prédios da Secretaria estadual de Transportes. Elas eram usadas por agentes de segurança do metrô e dos trens. Nos dois depósitos - um em Copacabana e outro na Leopoldina - foram localizadas 538 armas, que pertencem ao estado. (Veja fotos das armas)





Um dos prédios que tinha armas fica na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, sede da antiga Rio Trilhos. Em uma pequena sala, uma grande surpresa. Foram encontrados 40 revólveres calibre 38 e muita munição.



A descoberta foi por acaso, durante uma inspeção no edifício onde, há duas semanas, funciona a Secretaria Estadual de Transportes. As armas eram usadas por agentes que cuidavam da segurança do metrô, antes da privatização.



Depois dessa descoberta, a Secretaria estadual de Transportes determinou que fosse feita uma vistoria em um outro prédio antigo: a Estação Barão de Mauá, na Leopoldina, desativada desde 1999. Lá, dentro de armários, um arsenal estava guardado há pelo menos dez anos. São armas da Polícia Ferroviária Federal, que era responsável pela segurança nos trens.



- Nós ficamos preocupados com a segurança dessas armas. Afinal de contas, a estação é um prédio sem a devida proteção para ter um arsenal desta proporção - afirmou o secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes.



Nesta quinta-feira, a Secretaria Estadual de Transportes entregou o arsenal à Divisão de Fiscalização de Armas e Explosivos (DFAE), da Polícia Civil. As armas já têm um destino.



- Logo os policiais estarão tomando posse das armas, ainda neste primeiro semestre, e as armas que ainda puderem ser usadas serão distribuídas a eles - ressaltou o delegado Ícaro Silva, da Defae.

Nenhum comentário:

Postar um comentário